Como escolher o melhor software de Gestão Agrícola - MyFarm

Como escolher o melhor software de Gestão Agrícola

A inovação tecnológica, tem tido bastante importância para garantir o crescimento da produtividade na agricultura Brasileira. Neste cenário o software de gestão agrícola possibilita armazenar as informações do campo, gerir os insumos e visualizar relatórios e gráficos.

O Produtor dessa forma acaba bombardeado por várias possibilidades e precisa ser bastante criterioso na escolha de um sistema para gerenciar sua fazenda. Isso porque o software de gestão pode tirar a equipe da zona de conforto e mexer um pouco com a estrutura organizacional no campo. Para facilitar o processo, o software precisa estar alinhado às suas necessidades.

Como iniciar a busca do seu software de gestão agrícola

Antes mesmo de iniciar a busca por um software de gestão agrícola, o Produtor rural precisa entender como funciona a sua estrutura organizacional e quais os processos pretende gerir através do software. 

Diante destas informações o produtor precisa se questionar sobre quais as lacunas na gestão agrícola o software precisa solucionar. Uma excelente maneira de facilitar o levantamento desta necessidade é se reunir com seu colaboradores e sócios e realizar um levantamento completo de como a falta da gestão da informação afeta em todas as etapas da produção. 

Por exemplo: “ precisamos agilizar o controle financeiro e realizar os rateios por talhões e por cada variedade, sabendo quais tecnologias de sementes geram mais resultados financeiros” ou então “ Uma das maiores dificuldades na fazenda é registrar a saída e aplicação dos insumos, e ter um controle mais preciso do estoque” 

 Depois de pontuadas as dificuldades, o produtor já tem condição de saber qual as necessidades que precisa suprir com um sistema de gestão para a fazenda.

Infra Estrutura e custo benefício 

Outro fator bastante importante que o agricultor precisa analisar na contratação de um software para gestão da fazenda, são os custos com infra estrutura. Normalmente grandes fazendas com gestão mais amadurecida, demandam ERPs mais complexos e esses em sua grande maioria ainda utilizam tecnologia que precisa de algum investimento para aquisição de servidores.

Para a gestão de fazendas com menor complexidade, já existem no mercado softwares mais simples e com a possibilidade de acesso na nuvem, dispensando servidores físicos.

Além do hardware, o produtor pode ter que investir em capital humano. Na gestão de grandes propriedades que utilizam ERPs esse é um fator bastante conhecido, existindo profissionais de TI, administrativos, contabilistas. Nas estruturas menores é bastante comum os produtores contarem com escritórios de fazenda, contendo ao menos um administrativo que cumule as funções de financeiro, gestão de estoque e realize a ponte com o campo.

Depois de pensada a necessidade ou não de infra estrutura o produtor precisa entender o custo com relação a sua produção, além de calcular se o benefício vale o investimento.

Suporte Técnico 

O produtor que pretende adquirir um software de gestão agrícola para sua fazenda, também precisa ficar atento com relação ao suporte. Se há suporte ao software, se é pago ou gratuito, e os canais pelo qual receberá atendimento. 

Atualmente até mesmo devido a relação com o custo, a maioria do suporte é oferecido online, com a vantagem de poder ser realizado nos horários mais convenientes ao produtor, e trazer uma solução mais ágil aos seu questionamentos. 

Menos é Mais

Um dos critérios que principalmente o pequeno produtor precisa se ater, é com relação às funcionalidades. Nem sempre o software com muitas funcionalidades, irá proporcionar o melhor desempenho.

Então o ideal é encontrar aquele que mais se adeque ao processo da sua fazenda. A princípio identificando os sistemas pensados na experiência e usabilidade.

Comece com o essencial

Para os produtores que irão dar os primeiros passos na utilização de softwares de gestão, a recomendação principal é utilizar a ferramenta progressivamente. Desta forma logo depois da contratação, trace um plano de ação focado nas atividades prioritárias da fazenda, elencando por importância aquelas que estão atreladas a rotina assim como datas para iniciar a gestão e os responsáveis.

A exemplo:

planejamento de implantação de Software
Tabela de planejamento de implantação de Software

Dê prioridade às Obrigações 

Devido a retração da economia, o governo tem imposto ao campo diversas obrigações. Dentre estas as mais comuns são a escrituração do Livro Caixa Digital do Produtor Rural, Emissão de Nota Fiscal Eletrônica e também do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais.

O não cumprimento dessas obrigações pode acarretar em multas e sanções na maioria das vezes em quantias bastante relevantes para a atividade rural. 

Ter um software que facilita o cumprimento das obrigações, pode ajudar ao produtor manter o foco no campo e trará muito mais resultado.

Verifique os Limites de instalação 

Antes de fechar qualquer contrato, o produtor rural precisa se certificar se a quantidade de fazendas que poderá cadastrar no sistema será suficiente. 

Outro detalhe que poderá afetar a usabilidade é a quantidade de usuários que poderão ser cadastrados no sistema e utilizá-lo simultaneamente.

Quando o produtor for emitir NF-e e MDF-e também precisa saber se não haverá custo adicional por documentos emitidos além de poder cadastrar todas as suas inscrições.

Foto Dony
Dony Mercollys Gomes
Rep. MyFarm
Linkedin

Comentários

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar demonstração

Veja também

A importância do Seguro Agrícola
MyFarm no evento de tecnologia do agronegócio Agrobit 2019
Quão importante é o fertilizante no resultado do seu negócio?