Empresas de software estão transformando o agronegócio

O crescimento do número de empresas de software no Brasil está cada vez maior. Isso se deve a grande quantidade de pessoas que buscam meios para facilitar suas rotinas, seja no trabalho ou no âmbito pessoal.

Quando se trata do agronegócio então, o mercado é promissor. Ainda mais se tratando de um segmento que se encontra em cenário positivo e em constante avanço.

Em virtude disso, temos as empresas de tecnologia, que estão investindo em soluções que podem ser aplicadas ao dia a dia do campo. Tudo isso para facilitar o trabalho do produtor rural e proporcionar melhores resultados para as fazendas.

Portanto, veja a seguir como as empresas de software estão contribuindo para a transformação no campo.

Vamos lá?

Qual o cenário do mercado do agronegócio?

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o agronegócio foi responsável por 1 em cada 3 empregos gerados em 2017 e representou 21,6% do Produto Interno Bruno (PIB) brasileiro.

Nesse ano (2017), o setor cresceu 7,2%, segundo o cálculo do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP) e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

O MAPA também afirma que o Brasil possui 62,6 milhões de hectares de área plantada (safra 2018/2019).

Já em relação ao mercado externo, o Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja e o terceiro maior de milho (safra 2017/2018), conforme os dados da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais.

Tendências futuras

Segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), as previsões futuras para o setor do agronegócio envolvem um cenário de grande aumento de consumo de alimentos, mudanças na composição das dietas (com elevação do consumo de proteínas), influência das mudanças climáticas globais e da limitação dos recursos naturais, levando à necessidade de práticas mais sustentáveis.

Contudo, a utilização de novas tecnologias surge como uma alternativa para os agricultores enfrentarem os desafios futuros e aproveitarem novas oportunidades dentro do setor.

Sendo assim, empresas de software estão investindo na junção do agronegócio e da tecnologia para criar soluções que visam minimizar perdas, aumentar a produtividade, melhorar a gestão rural, dentre outros.

Seguindo essa linha de negócios, podemos encontrar as Agtechs. Confira!

Agtechs: uso intensivo de tecnologia agropecuária

As Agtechs consistem basicamente em startups focadas em solucionar questões relacionadas ao campo. Em resumo, elas apresentam soluções que atuam na resolução de problemas, redução de custos e otimização dos esforços no ambiente rural.

Segundo informações do Sebrae, em 2018 foram identificadas 182 Agtechs no Brasil. A maioria nos estados de São Paulo (31%), Minas Gerais (16%), Paraná (10%), Santa Catarina (10%) e Rio Grande do Sul (9%).

Desse total, 76% utilizam o modelo SaaS (Software as a Service – Software como um serviço), que corresponde a soluções online que operam como softwares. Outros segmentos são hardware (11%) e marketplace (10%).

De modo geral, já foram criadas startups para entregar as seguintes soluções:

Empresas de software agrícola

Nesse contexto, podemos destacar os softwares agrícolas que atuam como uma solução viável para atender diversas necessidades do campo. Veja a seguir, algumas modalidades:

Agricultura de precisão: sistemas de gestão adequados para cada atividade realizada na fazenda e região em que atua. Assim, por meio da variabilidade no solo e clima, são fornecidas as ferramentas para a utilização apropriada dos insumos e etc.

Agrometeorologia: visa compreender as consequências dos fenômenos meteorológicos na propriedade rural e na sua produção agrícola ou pecuária.

Manejo de pragas e doenças: atua no controle de pragas e doenças que ameaçam a produção agrícola, bem como, no monitoramento correto e no tratamento.

Análise do solo: trabalha na visualização completa do ambiente produtivo. Dessa forma, integra e determina possíveis problemas nutricionais nas plantas a fim de aumentar a produtividade e a resistência do cultivo.

Rastreabilidade: permite que consumidores, beneficiadores e produtores conheçam o caminho percorrido pela produção agropecuária. Além disso, promove ações preventivas e corretivas para melhorar a qualidade.

Gestão da fazenda: facilita o gerenciamento das propriedades rurais de forma mais eficiente, isso inclui a produção agrícola, gestão financeira, manutenção de máquinas, entre outros.

Irrigação inteligente: atua no monitoramento e automatização do uso de água nas fazendas.

Dados animais: é destinado a melhor compreensão do gado desde os padrões de reprodução até a genômica.

Como os Hubs de inovação podem ajudar no desenvolvimento das empresas de software agrícola?

Os Hubs de inovação são espaços físicos nos quais empresas jovens, mais conhecidas como startups, executam ideias inovadoras.

Nesse sentido, empreendedores que estão iniciando seus projetos, porém não dispõe de grandes recursos, têm acesso a:

Desse modo, as startups ganham maior visibilidade. Isso porque, por lá, passam investidores e grandes empresas dispostos a descobrir novos negócios, seja para investir em uma ideia promissora ou para solucionar problemas internos que possuam. Além disso, universidades e órgãos de fomento também realizam visitas no local.

De modo geral, os Hubs são espaços de trocas, onde empresas trabalham de forma colaborativa, se inspiram em outras ideias e fazem parcerias. Mais do que isso, eles proporcionam a criação de conexões com: startups, grandes empresas, universidades e investidores.

No mercado do agronegócio, há inúmeros Hubs que recebem startups focadas em participar da evolução do campo.

Em Goiás, temos o Conexa, um hub de inovação do Grupo Siagri, que reúne startups, empreendedores, investidores, agentes de inovação, mentores, especialistas e parceiros de negócios com o intuito de conectar as transformações do campo.

O MyFarm é umas das startups que compõe o Conexa e trabalha com um software de gestão para propriedades rurais.

Conexa - Hub de Inovação Siagri

MyFarm – Software de gestão agrícola

O MyFarm é um software de gestão agrícola desenvolvido para organizar e simplificar os dados e processos operacionais das fazendas.

Assim, o objetivo é garantir mais lucro, rentabilidade e decisões assertivas no gerenciamento de propriedades rurais. Dentre suas funcionalidades estão:

Atividades: realiza o planejamento da safra, indicando os custos diretos e indiretos e mostrando em tempo real o que está acontecendo na fazenda.

Maquinários: promove a manutenção preventiva e controla os custos fixos e variáveis das máquinas.

Financeiro: controla o pagamento e recebimento de contas e disponibiliza a emissão do Livro Caixa Digital, MDF- e notas fiscais eletrônicas.

Suprimentos: administra a gestão do estoque, indicando a quantidade de produtos armazenados e a necessidade de reposição.

Produção: informa qual é a média do preço da sua soja e qual variedade e talhão são mais produtivos.

Resultados: apresenta a margem de lucro de cada cultura e o detalhamento de receitas e custos.

Para saber mais clique aqui.

Além dele, o Hub é composto por:

AgriQ - Receituário Agronômico: ajuda o agrônomo que é representante técnico no atendimento da fiscalização, na prescrição e no uso de defensivos. Além de possibilitar a emissão da receita agronômica.

Implanta It Solutions: especialista em integração de dados, atua há mais de 8 anos, fornecendo softwares e serviços para indústrias que atuam por meio de vendas indiretas.

NOU Inteligência Fiscal: é uma plataforma que oferece armazenamento e auditoria eletrônica de documentos fiscais, promovendo a eficiência, qualidade e consistência no compliance fiscal.

Conexa Labs: um time que usa o que há de mais avançado em tecnologia para construir produtos e ferramentas que conectam pessoas e negócios aos resultados desejados.

Conclusão

Com base em todas as informações que foram abordadas ao longo desse artigo, é possível concluir que o mercado de empresas de software agrícola está em constante crescimento.

Não há dúvidas que o agronegócio traz inúmeras possibilidades para a criação de novas tecnologias, visto que representa um mercado com cenário positivo perante a economia brasileira.

Diante disso, startups focadas em desenvolver softwares no segmento do agronegócio estão conquistando espaço e escolhendo Hubs de inovação para desenvolver ideias e ter acesso a investimentos, parcerias e outros benefícios.

Bom, é isso!

Espero que essas informações tenham te ajudado.

Para saber um pouco mais sobre softwares agrícolas, leia nosso artigo sobre sistema de gestão rural.

Até a próxima!!

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar demonstração

Veja também

Plantação de soja: faça um manejo eficiente da sua lavoura
3 dicas para melhorar a gestão rural
O que é um solo fértil?
Empresas de software estão transformando o agronegócio | MyFarm - Software de Gestão Agrícola - Grupo Siagri entre em contato conosco pelo WhatsApp