Plantação de milho: tudo o que você precisa saber para aumentar a produtividade

Saiba como aumentar a produtividade da sua plantação de milho e conquiste mais lucro para sua fazenda!

Considerado um dos cereais mais consumidos do mundo, o milho é rico em nutrientes e pode ser utilizado em uma variedade ampla de alimentos tanto para as pessoas quanto para os animais.

No Brasil, sua produção atingiu 100 milhões de toneladas em 2019. Segundo pesquisa do Cepea, o mercado brasileiro de milho produziu e exportou volumes recordes no último ano.

Logo, não há dúvidas que ele é um ótima alternativa de negócio!

Então, se você já é produtor de milho ou deseja investir nessa área, este artigo foi feito especialmente para você.

Vamos abordar tudo o que você precisa saber para aumentar a sua produtividade.

Vamos lá?

Qual é a melhor época para plantar milho?

Sabe-se que fatores ambientes como déficit hídrico, temperatura e luminosidade podem afetar algumas produções, e com o milho não é diferente.

Por isso, é importante que o agricultor fique atento a algumas peculiaridades. Isso significa que tanto a temperatura, quanto a falta de chuva em determinadas épocas do ano, devem ser consideradas antes de decidir o momento ideal de realizar a plantação.

Assim sendo, o recomendado é programar a época de plantio do milho, de forma que a floração e enchimentos dos grãos de milho não ocorram em períodos críticos de falta de água.

Por conta dessas variáveis e do fato de existirem diversas espécies de milho com ciclos de vida diferentes, é difícil recomendar a época correta de plantio.

No entanto, de forma geral, nas regiões sul, sudeste e centro-oeste, a época mais indicada é de setembro a novembro. Já na região nordeste e partes da região norte, o plantio se concentra entre os meses de março a abril.

Quais fatores você deve considerar antes de realizar sua plantação de milho?

Temperatura ideal

Em geral, a temperatura ideal para o desenvolvimento do milho é de 24 a 30ºC. Sendo assim, a baixa temperatura de regiões com elevada altitude e/ou regiões do RS, SC, PR, sul de SP, sul do MS e sul de MG, pode afetar a cultura nos primeiros estágios de desenvolvimento, como a germinação.

Contudo, o milho consegue germinar, mesmo que demore de quatro a 15 dias, em temperaturas entre 10 e 42ºC.

Luminosidade

Em geral, o milho precisa de alta luminosidade. Logo, ele deve receber luz solar direta ao menos por algumas horas diariamente.

Solo

Já quanto ao solo, o ideal que ele seja bem drenado, fértil, rico em matéria orgânica e com boa disponibilidade de nitrogênio. O pH ideal do solo é de 5,5 a 6,8.

Nesse sentido, o ideal é que o espaço seja plano e não declinado, pois esta característica pode tornar os processos de semeadura e colheita mais trabalhosos.

Então, caso você não tenha muito conhecimento no assunto, busque a ajuda de um especialista. Ele poderá analisar questões como fertilidade da terra, erosão, nutrientes e outros aspectos importantes para a plantação.

Semente

Entre os milhos mais cultivados e consumidos no Brasil estão o milho comum (verde) e o milho pipoca (híbrido).

No caso da plantação de milho, as sementes são os próprios grãos, que podem ser adquiridos em casas de insumos para agricultura e devem ser mantidos sem contato com substâncias químicas ou exposição solar até o momento do plantio.

Semeadura

Em primeiro lugar, as sementes geralmente são semeadas diretamente no local definitivo da horta ou plantação. No entanto, também podem ser semeadas em sementeiras e transplantadas quando preenchem os módulos com suas raízes ou em copinhos feitos de papel jornal, fazendo então o transplante quando as mudas têm de 8 a 10 cm de altura.

Contudo, o espaçamento entre as plantas varia conforme as condições locais de cultivo, mas geralmente pode ser usado um espaçamento de 1 metro entre as linhas de plantio e 20 cm entre as plantas.

Para cultivares de menor porte, o espaçamento pode ser de 80 cm entre as linhas e 20 cm entre as plantas. Já para cultivo em pequena escala, é possível usar um espaçamento simples entre as plantas, podendo ser de 30 cm entre as plantas de cultivares de maior porte e 20 cm entre plantas de cultivares de menor porte.

Irrigação

A irrigação deve ser feita com a frequência necessária para que o solo permaneça úmido, mas não ao ponto de ficar encharcado.

Em síntese, o milho tem raízes relativamente superficiais e pode ser muito sensível à falta de água durante seu crescimento. Inicialmente é indicado regar a plantação, pelo menos, 3 vezes por semana.

Mais tarde, quando atingir 40 cm de comprimento e as primeiras espigas começarem a nascer, pode-se regar semanalmente.

Tratos culturais

Em geral, as raízes do milho são superficiais e por isso podem ser danificadas por plantas daninhas mais facilmente.

Sendo assim, o ideal é vistoriar a plantação semanalmente para eliminar agentes exteriores que possam prejudicar o desenvolvimento da planta.

Outro fator importante de ser observado são as folhas amareladas. Estas geralmente surgem por falta de nutrientes no solo, já que durante o processo de cultivo, o milho retira muitos nutrientes do solo até esgotá-lo. Neste caso, é preciso adubar a terra para revigorá-la.

Colheita

Antes de tudo, a colheita do milho acontece entre 4 e 6 meses após o plantio, sendo que as espigas ficam maduras 50 dias depois da floração. No entanto, é importante ressaltar que esse processo vai depender da maneira como o plantio foi realizado bem como a espécie do milho e as condições climáticas da região.

Nesse sentido, para não errar, observe se os cabelos das espigas estão amarronzados e com uma textura seca. A colheita consiste em quebrar a espiga, retirando-a do pé com casca.

Como funciona o ciclo de desenvolvimento do milho?

O milho possui diferentes etapas de desenvolvimento. Confira quais são elas!

Germinação e emergência: período entre a semeadura e o aparecimento da plântula acima do solo.

Crescimento vegetativo: período entre o surgimento da primeira folha verdadeira até o início do florescimento. Esta etapa apresenta variações, as quais são caracterizadas pelo número de folhas.

Florescimento: fase entre a abertura da flor masculina (pendão) e plena fecundação (início da formação dos grãos).

Frutificação: período que se estende após a fecundação até o enchimento completo dos grãos. A fase de enchimento dos grãos é caracterizada por diferentes estágios, dependendo do grau de desenvolvimento dos mesmos.

Maturidade fisiológica: período final da frutificação, o qual é caracterizado pelo aparecimento do “ponto preto” no grão.

Ciclo de desenvolvimento da plantação de milho
Fonte: Rehagro

Por que investir na plantação de milho?

Em primeiro lugar, a plantação de milho é uma atividade bastante rentável, visto que possui um mercado extremamente próspero em função da alta demanda interna e externa que existe para o consumo deste produto.

Além disso, o milho possui uma grande variedade comercial. Isso porque pode ser utilizado tanto para a composição de alimentos quanto para a fabricação de ração para tratos de animais.

Com base nisso, é possível trabalhar com um amplo leque de clientes, o que vai gerar um aumento significativo dos lucros. Sem contar que a planta se comporta muito bem às condições climáticas brasileiras, necessitando de pouca manutenção.

Conclusão

Enfim, neste artigo você pôde conferir quais fatores você deve estar atento para ter sucesso na sua plantação de milho.

Agora você já sabe quais são as melhores épocas para realizar sua plantação, as temperaturais ideais para o plantio, tipos de solo, semeadura, entre outros.

Então, coloque em prática e aumente a produtividade da sua lavoura!

Para continuar aprendendo leia também nosso artigo sobre tipos de solo e controle de pragas agrícolas.

Até a próxima!

Quer saber mais sobre o MyFarm?

Entre em contato e agende uma demonstração com nossos consultores!

Solicitar demonstração

Veja também

Plantação de soja: faça um manejo eficiente da sua lavoura
3 dicas para melhorar a gestão rural
O que é um solo fértil?
Plantação de milho: tudo o que você precisa saber para aumentar a produtividade entre em contato conosco pelo WhatsApp